Augosto dos Anjos

(20 April 1884 - 12 November 1914 / Pau d'Arco)

Augosto dos Anjos Poems

41. No Claustro 6/5/2012
42. Noivado 6/5/2012
43. Noli Me Tangere 6/5/2012
44. No Meu Peito Arde Em Chamas Abrasada 6/5/2012
45. O Caixão Fantástico 6/5/2012
46. O Canto Dos Presos 6/5/2012
47. O Condenado 6/5/2012
48. O Corrupião 6/5/2012
49. O Coveiro 6/5/2012
50. O Deus-Verme 6/5/2012
51. O Fim Das Coisas 6/5/2012
52. O Lamento Das Coisas 6/5/2012
53. O Lázaro Da Pátria 6/5/2012
54. O Lupanar 6/5/2012
55. O Mar 6/5/2012
56. O Mar, A Escada E O Homem 6/5/2012
57. O Martírio Do Artista 6/5/2012
58. O Meu Nirvana 6/5/2012
59. O Morcego 6/5/2012
60. O Pântano 6/5/2012
61. O Poeta Do Hediondo 6/5/2012
62. O Sarcófago 6/5/2012
63. Os Doentes 6/5/2012
64. O Último Número 6/5/2012
65. Ouvi, Senhora, O Cântico Sentido 6/5/2012
66. Para Onde Fores, Pai, Para Onde Fores 6/5/2012
67. Pecadora 6/5/2012
68. Plenilunio 6/5/2012
69. Poema Negro 6/5/2012
70. Primavera 6/5/2012
71. Psicologia De Um Vencido 6/5/2012
72. Queixas Noturnas 6/5/2012
73. Revelação 6/5/2012
74. Ricordanza Della Mia Gioventú 6/5/2012
75. Saudade 6/5/2012
76. Senhora, Eu Trajo O Luto Do Passado 6/5/2012
77. Sofredora 6/5/2012
78. Solilóquio De Um Visionário 6/5/2012
79. Solitário 6/5/2012
80. Sonetos Ao Pai 6/5/2012
[Report Error]