Álvares de Azevedo

[the Brazilian Lord Byron] (12 September 1831 - 25 April 1852 / São Paulo)

Álvares de Azevedo Poems

81. Esperanças 6/4/2012
82. Um Canto Do Século 6/4/2012
83. A Tempestade 6/4/2012
84. Um Mancebo No Jogo Se Descora 6/4/2012
85. Toda Aquela Mulher Tem A Pureza 6/4/2012
86. Fantasia 6/4/2012
87. Minha Amante 6/4/2012
88. Despedidas 6/4/2012
89. Relógios E Beijos 6/4/2012
90. Minha Musa 6/4/2012
91. Por Mim? 6/4/2012
92. Lélia 6/4/2012
93. Morena 6/4/2012
94. Sombra De D. Juan 6/4/2012
95. Na Várzea 6/4/2012
96. Oh! Não Maldigam! 6/4/2012
97. Página Rota 6/4/2012
98. 12 De Setembro 6/4/2012
99. O Pastor Moribundo 6/4/2012
100. Sonhando 6/4/2012
101. Já Da Morte O Palor Me Cobre O Rosto 6/4/2012
102. Idéias Íntimas Viii 6/4/2012
103. Anjos Do Céu 6/4/2012
104. A Lagartixa 6/4/2012
105. Fragmento De Um Canto Em Cordas De Bronze 6/4/2012
106. Ai, Jesus! 6/4/2012
107. Soneto Iii 6/4/2012
108. Os Quinze Anos De Uma Alma Transparente 6/4/2012
109. Lembrança Dos Quinze Anos 6/4/2012
110. Pálida Imagem 6/4/2012
111. Ao Sol Do Meio-Dia Eu Vi Dormindo 6/4/2012
112. Perdoa-Me, Visão Dos Meus Amores 6/4/2012
113. Panteísmo 6/4/2012
114. Oh! Páginas De Vida Que Eu Amava 6/4/2012
115. Glória Moribunda (Fragmento) 6/4/2012
116. Anima Mea 6/4/2012
117. Amor 6/4/2012
118. Namoro A Cavalo 6/4/2012
119. A Cantiga Do Sertanejo 6/4/2012
120. Virgem Morta 6/4/2012
[Report Error]