Antonio de Castro Alves

(14 March 1847 – 6 July 1871 / Curralinho)

Antonio de Castro Alves Poems

1. A Cruz Da Estrada 6/6/2012
2. A D. Joana 6/6/2012
3. A Eugênia Câmara 6/6/2012
4. A Exma. Iaiá Brasília 6/6/2012
5. A Mãe Do Cativo 6/6/2012
6. A Maria Candinha 6/6/2012
7. A Tarde 6/6/2012
8. A Um Coração 6/6/2012
9. A Violeta 6/6/2012
10. A Visão Dos Mortos 6/6/2012
11. Adeus 6/6/2012
12. América 6/6/2012
13. Antítese 6/6/2012
14. Boa Noite 6/6/2012
15. Canção Do Boêmio 6/6/2012
16. A Atriz Eugênia Câmara 6/6/2012
17. A Bainha Do Punhal 6/6/2012
18. A Cestinha De Costura 6/6/2012
19. Capricho 6/6/2012
20. Confidência 6/6/2012
21. Fé, Esperança E Caridade 6/6/2012
22. Hino Patriótico 6/6/2012
23. Horas De Saudade 6/6/2012
24. Improviso 6/6/2012
25. Longe De Ti 6/6/2012
26. Lúcia 6/6/2012
27. Originais 6/6/2012
28. Súplica 6/6/2012
29. A Cachoeira 6/6/2012
30. A Canoa Fantástica 6/6/2012
31. A Maciel Pinheiro 6/6/2012
32. A Senzala 6/6/2012
33. A Uma Atriz 6/6/2012
34. Em Que Pensas? 6/6/2012
35. Epitáfio 6/6/2012
36. Estrofes Do Solitário 6/6/2012
37. Exortação 6/6/2012
38. Desespero 6/6/2012
39. Aves Da Arribação 6/6/2012
40. Boa-Noite 6/6/2012
[Hata Bildir]