Carlos Aragao

Rookie - 28 Points (10-17-1959 / Brazil)

Longe De Ti - Poem by Carlos Aragao

E me vejo de novo aqui,
Neste outro lado do mundo, perdida
Parece que nada tem a mesma vida...

Tudo vive, tudo segue vivendo,
E meus sonhos mais lindos tive todos
Nos teus braços, adormecendo.

Mas seguimos separados o mesmo caminho,
Não escolhido, mas partilhado...
Entre flores, destinos e saudades,
Numa felicidade quase impossível.

Praias desertas cheias de gente,
Momentos únicos entre areias e teias,
Que tecem uma certeza impossível,
Onde viver novamente tem sentido.

Num abismo sem fim de sentimentos e pecados,
Onde nos tornamos um só,
Confundindo estes momentos vividos ou sonhados,
Onde somos luz, fervor e pó.



C.A. & I.C.A.


Comments about Longe De Ti by Carlos Aragao

There is no comment submitted by members..



Read this poem in other languages

This poem has not been translated into any other language yet.

I would like to translate this poem »

word flags

What do you think this poem is about?



Poem Submitted: Thursday, May 31, 2012



[Hata Bildir]