Nina gáspari

Rookie (05/13/1985)

Retalhos - Poem by Nina gáspari

Analisados os fatos
Interpretados os atos
Coração remendado
Feito colcha de retalhos
Unidos por linhas tecidas
Por poeira de estrelas
Que unem alegrias
E abrilhantam as tristezas
Novamente sou uma só,
Por inteira
Sem rancor, nem choradeira
Um laço sem nó
Reconheço me, como talvez
Não reconheça a ti mesmo
Percorro meus caminhos, como talvez
Você faça a esmo
Sigo em frente, embora me perca
Em meios
Embora me encontre em começos
Me olho, me vejo, me conheço
Num infinito lampejo
Não sei onde é o fim, mas sei
Que estou apenas no começo.


Comments about Retalhos by Nina gáspari

There is no comment submitted by members..



Read this poem in other languages

This poem has not been translated into any other language yet.

I would like to translate this poem »

word flags

What do you think this poem is about?



Poem Submitted: Tuesday, April 12, 2011



[Hata Bildir]