Gustavo Dourado

Rookie (05/18/1960 / Recife dos Cardosos-Ibititá(Irecê) - Chapada Diamantina/Rio São Francisco-Bahia-Brasil)

Cordel Para Vincent Van Gogh - Poem by Gustavo Dourado

Cordel para Vincent Van Gogh
por Gustavo Dourado *

Mestre Vincent Van Gogh
Grande Artista sem igual
Precursor do Expressionismo
Colorista magistral
Alquimista da pintura
Mago da arte visual...

Nasceu em 1853
Em território holandês
Não se adequava a padrões
Não gostava de burguês
Anatomia e perspectiva
Pesquisava todo mês...

Expressou com sua Arte
A dor do trabalhador
A pobres-desprivilegiados
Deu o devido valor
Dignificou o povo:
Tão honesto e sofredor...

Van Gogh Mestre criativo
Artista de grande expressão
Demonstrou o sofrimento
Em que vive a Multidão
Sua obra mostra a dor
De nossa população...

Luminar maior da Arte
Um alquimista da cor
Um poeta da pintura
Fenomenal criador...
Transcendeu com o seu traço
As artimanhas da dor...

O episódio da orelha
Na história é retratado
Todo o seu sofrimento
Em livros é destacado
Quem nada não recebeu
Hoje é sacramentao...

Van Gogh é um exemplo
De destaque e de valor
Na época foi censurado
Pelo sistema opressor
O mesmo que hoje lucra
Com a arte da sua dor...

Não teve nenhum apoio
Do esquema cultural
O sistema que tortura
O artista marginal
Espolia os criadores
Com Apartheid cultural...

Van Gogh ser luminoso
Vate profeta libertário
Colore na eternidade
Na tela do luminário
Pinta o sete e o infinito
Pelo cosmos visionário...


Gustavo Dourado. Poeta e cordelista.Letras(UnB) . Pós-graduação em artes, literatura, teatro, gestão e linguagens artísticas.Autor de 11 livros.Premiado na Áustria.Selecionado pela Unesco.Tema de teses de mestrado e doutorado www.gustavodourado.com.br http: //cordel.zip.net


Comments about Cordel Para Vincent Van Gogh by Gustavo Dourado

There is no comment submitted by members..



Read this poem in other languages

This poem has not been translated into any other language yet.

I would like to translate this poem »

word flags

What do you think this poem is about?



Poem Submitted: Wednesday, April 9, 2008

Poem Edited: Wednesday, April 9, 2008


[Report Error]