Carlos Aragao

Rookie - 28 Points (10-17-1959 / Brazil)

Loucura - Poem by Carlos Aragao

Não existe cura ou remédio,
Nesta vontade de te levar por ai,
Por todos os lados,
Olhando diretamente em frente,
Sem te ver, sem te olhar,
Mas tendo você presente em coração e mente.

Uma espontânea vontade,
De não te deixar sair,
De mudar toda esta realidade,
Fazer do dia noite, e toda noite...
...interminável entre luas e saudades...

E fazendo movimentos desesperados,
Para não te deixar,
Numa esquina do tempo qualquer,
Onde me vejo buscando você entre fotos e sorrisos estáticos,

Manter a sanidade,
Quando tudo o que não quero e não busco,
E uma cura,
Para essa demência, esta loucura,
Esta ânsia de que jamais tivesses partido,
De dentro do que em você...
...eu sou e existo


Comments about Loucura by Carlos Aragao

There is no comment submitted by members..

Edgar Allan Poe

Annabel Lee



Read this poem in other languages

This poem has not been translated into any other language yet.

I would like to translate this poem »

word flags

What do you think this poem is about?



Poem Submitted: Monday, February 13, 2012

Poem Edited: Sunday, February 19, 2012


[Report Error]