Isaías Gamboa


O Sorrıso Do Retrato - Poem by Isaías Gamboa

Pintava um grande artista uma figura
de formosa mulher, mas na boca existia
um rasgo que a seu gênio se escondia,
que escapava ao pincel e à pintura:
um sorriso de esplêndida beleza,
que era como uma brilho de ternura
perdido numa sombra de tristeza.

De repente, o pintor na ânsia louca
do gênio que ao criar se imortaliza,
com um golpe de luz trançou na boca
a secreta expressão de tal sorriso.

Olhou o seu trabalho, o artista, longo tempo,
com a muda ansiedade do deslumbramento...
Depois, num íntimo arrebatamento,
frenético, acercou-se do retrato,
e desmanchou com um beijo o esplêndido sorriso!


Comments about O Sorrıso Do Retrato by Isaías Gamboa

There is no comment submitted by members..



Read this poem in other languages

This poem has not been translated into any other language yet.

I would like to translate this poem »

word flags

What do you think this poem is about?



Poem Submitted: Saturday, September 15, 2012

Poem Edited: Saturday, September 15, 2012


[Report Error]