Explore Poems GO!

Soturnas

Tomaram me em teus desleixos amargas soturnas
Deixaram em minha boca sabor exímio
Roubaram minha palpitação pálidas vozes

Reconfortado pelas corrupções noturnas
Demasiado pelo entorpecente sanguíneo
Condecorrentes mazelas sigmóides

Tramaram pelo infortúnio concepções projetivas
Deflagrando insultos encorajadores

Ressarciram a soberba e seus autores
Read More

READ THIS POEM IN OTHER LANGUAGES
COMMENTS OF THE POEM

If You Forget Me